Corja - O Elefante na Loja de Cristais ou A Intolerância Tolerante

R$ 10,00
ou 2 x R$ 5,18
. Comprar  
CD-r (2016)

Terceiro álbum do Corja, lançado em 2016. 

Bio: O Corja vem representar a velha tradição hoje arcaica e quase esquecida de bandas politizadas e com mensagens subversivas que na maioria das vezes resiste nos toscos meios do underground e sofre influência latente de estilos deixados de lado pelas grandes corporações de mídia de massa tais como o punk, hardcore e o metal extremo, trazendo consigo velhas influências de livros que já não são mais tão lidos, procurando trazer informações com um único objetivo: Transmitir ideais revolucionários através da música. Através de letras sarcásticas que questionam atitudes cotidianas e comportamentos individuais, incitam a revolta popular contra as injustiças do sistema capitalista , além de críticas aos poderosos de todas as nações. 
 
Surgido em fevereiro de 1998, Corja era formado por Daniel (bateria), Segundo (baixo), Rodolfo (guitarra) e Adelson (vocal). A banda começou tocando rap-core com letras engajadas. Em outubro de 98, Rodolfo saiu e Camboja entrou no seu lugar. Pouco tempo depois, Adelson também saiu e entrou a dupla Zé e Cão, inaugurando uma fase mais rap, com dois MC's.
Nesse mesmo ano a banda se apresentou no festival Rock Tech (no mini-ginásio da antiga ETFG, hoje CEFET), na Hocus Pocus e no Domingão da Brodage, no Cantoria. Em janeiro de 2002, Corja retomou suas atividades (após uma pausa de oito meses) com um novo vocalista (Alysson) e um som mais pesado baseado no crossover Thrash Metal/HC, sofrendo também influências que vão do grindcore ao jazz, passando por hard-rock anos 70 e funk. (Nada a ver com Nu metal....heheheeh)
No final de 2002 se apresentou nos festivais Miscelânea e Vaca Amarela e lançou a demo tape "As Incríveis Aventuras de Bush the Kid Contra o Império do Mal."
 Em 2003, a banda se apresentou para milhares de pessoas no palco B do Fórum Social Mundial em Porto Alegre, lançou o CD-R "Fogo na Patricinha" e participou da coletânea "Não Nasci Para Ser Herói", lançada pelo selo paulista Agah Records.
Corja se apresentou duas vezes no DF em 2004, tocando em Valparaíso e no festival Ferrock, na Ceilândia, após o qual Alysson retirou-se da banda, que passou a ser um trio com Camboja e Segundo revezando os vocais. O Corja lançou seu primeiro CD completo, Al Qaeda's Greatest Hits,no dia 11 de setembro de 2006. Em 2010 a banda lança A Caixa de Pandora 1998-2010, compilação de demos e faixas raras. Em 2012 sai o segundo CD entititulado Justiça Au Go Go com 13 músicas lançado virtualmente pelo bandcamp da banda, ainda sem previsão de lançamento físico. Após 4 anos tocando apenas em shows locais a banda lança em 2016 seu terceiro álbum “O Elefante na Loja de Cristais ou A intolerância Tolerante”. Atualmente a banda se encontra compondo material para o que será o quarto álbum da banda intitulado “...E Tudo Vai Piorar”com previsão de lançamento para 2020.
 
Ouça:https://corja.bandcamp.com/
• Prazo para postagem:
Veja também